RPGBrasil.Org
Se Você não é Membro, Cadastra-se Agora é rapido e fácil.
Venha Participar do Melhor Forum de RPG voltado a um Cenário.
Últimos assuntos
» PRINCIPAIS GUERRAS [APROVADO]
Qui Out 19, 2017 11:25 am por druidadp

» POLÍTICA DE FRONTEIRAS
Ter Out 17, 2017 5:54 pm por druidadp

» UM BREVE ENTENDIMENTO [APROVADO]
Ter Out 17, 2017 11:16 am por Fininho

» NOVA HERALDICA / BRASÃO / SÍMBOLO - REINO DOS MORTOS [APROVADO]
Seg Out 16, 2017 9:33 pm por druidadp

» Qattus - Homem Lince
Qua Out 11, 2017 5:23 pm por druidadp

» O que é RPG?
Ter Out 10, 2017 9:42 pm por druidadp

» HISTÓRIA DO REINO [APROVADO]
Seg Out 09, 2017 10:57 pm por druidadp

» SEJA PARTE DO CONSELHO DE ERA
Seg Out 09, 2017 10:13 pm por AzorHexx

» BEM VINDO A ERA
Seg Out 09, 2017 9:32 pm por druidadp

» A alternativa de boal a estetica de Hegel.
Dom Out 01, 2017 7:08 pm por draculino

» A alternativa de hegel à poética de aristóteles
Dom Out 01, 2017 6:31 pm por draculino

» CRONOGRAMA e EQUIPE
Qua Set 27, 2017 11:24 am por druidadp

» ESTRUTURA DO LIVRO
Qua Set 27, 2017 11:18 am por druidadp

Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês
druidadp
 
Fininho
 
AzorHexx
 
Élisson Machado
 
draculino
 
Bordini
 
Tuk
 
Jerock
 

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 162 em Sab Fev 26, 2011 7:45 am
Conectar-se

Esqueci minha senha

Visitas
Flag Counter

HISTÓRIA DOS PERSONAGENS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

HISTÓRIA DOS PERSONAGENS

Mensagem por druidadp em Dom Fev 06, 2011 11:41 pm

Postem aqui a história de seus personagens.

ÍNDICE DAS HISTÓRIAS:
avatar
druidadp
Administrador

Administrador

Masculino
Número de Mensagens : 18646
Idade : 37
Localização : Varginha - MG
Desde quando você joga RPG? : 1993
Reputação : 101
Pontos : 25988
Data de inscrição : 18/09/2008

http://www.rpgbrasil.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HISTÓRIA DOS PERSONAGENS

Mensagem por Aeon em Qua Fev 09, 2011 10:28 pm

Willard
- O Açougueiro -

Nascido em Drako, no distrito repudioso e pobre que cresceu como peste aos arredores da grande Drako e sua imponente Nobreza.

Willard, foi uma criança pobre que começou a trabalhar com o pai desde de muito cedo em mercados de carne e no açougue em que Will seu pai começava seus negócios.
Aos 9 anos, sua Mãe teve um segundo filho, Walter.
Por volta de seus 15 anos, quando seu irmão ainda era uma pequena criança, Willard começou a estudar com um escribão mais velho que trabalhava tbm na cidade baixa. Esse escribao alfabetizou e encinou regras básicas do comércio para Willard, que sempre fora o simples moleiro de seu pai.Ele passava os dias trabalhano e a noite estudando.

Willard nunca acompanhava seu pai quando este ia a tavernas noturnas do distrito. Ele ficava em casa com sua mãe e aproveitava para escutar histórias fabulosas do continente. Quando mais velho, Willard percebia que muitas vezes seu pai gastava o dinheiro suado dele mesmo com prostitutas e bebidas, mesmo sendo "normal" os filhos crescerem vendo o pai bebado, Willard se revoltava. Ainda na adolescência sua mãe começara a adoeçer cruelmente assim como seu irmão mais novo. Repentinamente ambos sentiam muita febre e sua pele empadecia ao tempo em que cresciam feridas que tomavam por enteiro seus corpos dia após dia. A doença era terrivel e muitos a chamavam de praga venerea. Quando Will via seu filho Walter e sua mulher se deteriorarem com a pele pasma e ameralada e feridas expostas por todo corpo, sofrendo algumas mutilações e queda de cabelo pelo avanço da doença, ele abandonou sua familia e Willard, que tinha apenas o trabalho que seu pai havia le dado.

Willard ficava dias e noites ao lado da mae e do irmao vendo eles definharem e emagrecerem subitamente, tendo crises alucinadas e expelindo sangue pela boca. Willard então tentou recorrer aos templos na parte central da cidade de Draco. Mas como era um jovem, nunca conseguiu acesso para sequer passar pelos portões. A segunda tentativa de Willard foi a procura pelo pai, Willard pretendia algum dinheiro para poder pagar um curandeiro para mae e para o irmao. Quando Willard encontrou seu pai em um outro distrito da cidade baixa, esperou que este saisse a noite para alimentar seu vicio por alcool e muleres baratas. Ele então adentrou a nova casa de seu pai roubando tudo o que podia,mesmo assim não obteve muito na revenda. Willard lembrara então que sua mãe certa vez o contou que seu pai, era filho bastardo e um comandante do exercito de Draco que provavelmente é um homem aposentado e afortunado pelo titulo que sua real familia tem, mesmo que se seu avô ja estivesse morto. Provalvemente Willard tinha tios que herdaram os tesouros do antigo comandante. Willard então procurou novamente seu pai e le cobrou dessa história, cobrou que ele fosse atras de seus irmão e pegasse a erança que tbm era de direito seu. Toda a furia e impaciencia do jovem rapaz nao adiantara em nada, pois o pai recusou ajudar a sua mae, e a condenou como uma prostituta, que por isso ela estava doente, pq se envolveu com marinheiros.. tudo era uma acusação sem sentido e numa briga onde willard levou uma surra de seu pai, ele se viu totalmente abandonado e impotente, fadado a ver sua familia apodrecer com aquela doença terrivel.

Willard recorreu a alguns curandeiros, foi quando descobriu sobre a doença da sua mãe. Uma espécie de sifilis. Willard então ficou indignado pois logo juntou os fatos e percebera que foi seu proprio pai que contaminou a mae, ele provavelmente teria o mesmo fim, pois pegou a doença com uma daquelas moribundas que se vendiam nos portos, becos e tavernas. Willard começou a entender como a vida e o preconceito tornava aquela situação ainda mais dificil, por costume da cidade, mulheres com este tipo de doença, eram vistas como prostitudas e não tinham direito de ser tratadas. Assim Willard perdeu sua mãe e seu irmão, vendo ambos se transformarem em monstros horrendos conforme a doença se apossava de seus corpos até levarem suas almas. Willard sempre culpou seu pai, mas não investiu contra ele pois sabe que tera o mesmo fim, ainda sim, Willard culpa seus tios e sua familia, que nao reconhecera seu pai. Hoje o objetivo de Willard é caça-los e le pegar aquilo que for de seu direito, do direito de sua mãe e de seu irmão.

O tempo passou e o jovem Willard cresceu com o oficio de Açougueiro, até que se mudou para um pequeno condado de Draco, conhecido como Iucatar, Willard viu seu negócio prosperar, pois a pequena vila era uma produtora de carne, que abastecia a cidade de Draco.

Atualmente um mistério circunda o vilarejo e os negócios de Willard andam decandente. Alguma criatura vem atacando a região e todo o gado de seu vilarejo foi morto. Willard como os outros moradores, cobra uma solução do lord local. Mais ainda não conseguiram desvendar os mistérios do condado de Iucatar.

A recém chegada de mercenários não trouxe reais esperanças para os camponeses do condado. Assim Willard asumiu o papel de se juntar a eles para investigar o que vem acontecendo.


Willard sofre de uma calvice precoce, que o acompanha desde os 17 anos, ele não sabe o motivo desta doença capilar, mas se fez respeitar, aparentando ser um homem mais velho.
avatar
Aeon
Vice Rei

Vice Rei

Masculino
Número de Mensagens : 1334
Idade : 31
Localização : Varginha-MG
Humor : ...
Desde quando você joga RPG? : 99~2000
Reputação : -1
Pontos : 4728
Data de inscrição : 05/01/2009

http://www.rpgbrasil.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum